Se virando sem grana em tempos de crise financeira


Marisa Fonseca Diniz


Quando a oferta de emprego cai no mercado de trabalho muitas pessoas ficam desesperadas e sem rumo por não saberem o que fazer para sanar suas despesas diárias. A internet oferece diversas maneiras de se conseguir uma renda extra, mas  com o tempo as pessoas acabam percebendo que para conseguir o tão esperado valor compensador precisam trabalhar muito, e nem sempre o resultado é positivo.

Pensando nisso, a partir de hoje estarei publicando algumas matérias de trabalhos rentáveis que poderão ser feitos a partir de casa, sem gastar muito. A vantagem é que além de serem trabalhos fáceis podem proporcionar uma boa renda, ganhar a independência e transformar o negócio em uma microempresa.

As pessoas que tem certa habilidade com a cozinha ou trabalhos domésticos diversos podem aproveitar para ganhar dinheiro no preparo de marmitas, doces ou salgados. Aqueles que preferem trabalhos mais braçais podem ganhar dinheiro com limpeza de obras, de casas e escritórios sem depender de um agenciador.

Quem tem afinidade com animais ou crianças pode trabalhar como personal ou dama de companhia, quem tem facilidades de ensinar idiomas ou matérias escolares podem dar aula particular e assim por diante, oportunidades existem basta boa vontade e seguir adiante.

Os primeiros artigos serão destinados àquelas pessoas que tem facilidade no preparo de comidas, doces e salgados ou que queiram desenvolver uma atividade relacionada a alimentação.

Simplesmente, eu poderia lançar um livro com todas as ideias e sair pelo mundo vendendo, mas como em épocas de crise financeira as pessoas em geral não tem dinheiro para gastar, decidi através do blog postar diversas ideias adquiridas ao longo dos meus 20 anos de experiência na área de gestão de negócios.  

Acredito que todas as pessoas que queiram trabalhar devem ter a oportunidade de começar algo, mesmo que não tenham dinheiro para investir. 
A persistência faz com que as pessoas alcancem seus objetivos.

As pessoas interessadas em divulgar seus trabalhos por meio de artigos que são publicados no blog podem entrar em contato comigo  deixando um comentário com seu e-mail. Eu estou oferecendo divulgação de serviços relacionados aos assuntos divulgados no blog em troca de um valor bem acessível por um determinado período de tempo. O blog tem um número significativo de acessos por dia, além de divulgação em vários meios de comunicação no Brasil e no mundo.

Boa Sorte!


Forno e fogão


Marisa Fonseca Diniz



Os apaixonados por cozinha vão adorar as receitas e as ideias de como começar um negócio fazendo o que tanto gostam. Não podemos negar que, em épocas de crise financeira as pessoas nunca deixam de comer. Algumas podem até deixar de ir almoçar ou jantar em alguns restaurantes de sua preferência, mas não deixam a alimentação de lado.

Os pratos mais rentáveis e nutritivos são aqueles feitos com frutas, verduras e legumes de época, tais como caqui, ameixa, goiaba, figo, mamão, abacate, abacaxi, pera, pêssego, manga, beterraba, mandioca, milho verde, vagem, banana, laranja, maçã e mexerica dos meses fevereiro e março respectivamente.

As frutas podem ser transformadas em compotas, tortas e bolos, e os legumes podem ser adicionados a marmitas. Os potes para fazer compotas podem variar de 20,00 a 40,00 reais dependendo do tamanho e da região em que são comercializados.

Para calcular o valor de venda dos produtos que serão fabricados e comercializados é necessário saber algumas regrinhas básicas de matemática financeira, tais como:

·        Calcular o custo do material a ser utilizado na fabricação do produto;
·        Caso seja uma torta ou um bolo o custo deve ser calculado sobre todos os ingredientes utilizados para fazer a massa, o recheio e a cobertura. Além do material utilizado para assar, gelar, embalar e transportar as encomendas;
·        Nas compotas entram os custos das frutas, potes, gás, geladeira e até a decoração e etiquetas de validade.

É importante saber quanto custou cada produto, afim de não se ter prejuízo com a venda final. Se o custo para a produção, embalagem e transporte de um determinado produto  for 20,00 reais o valor mínimo para venda será de 40,00 reais e o valor máximo 60,00. É sempre importante fazer uma pesquisa no bairro ou cidade onde mora para não cobrar um valor exorbitante ou ficar no prejuízo. O valor médio a ser cobrado é sempre mais atrativo para o cliente, e o fabricante além de cobrir os custos, ainda consegue obter um bom lucro.

Se preferir recicle os vidros de maionese para as compostas, assim o preço final de produção tem um custo menos elevado. Não se esqueça de esterilizar os potes da seguinte maneira:

·        Forre uma panela com um pano de algodão novo e limpo;
·        Coloque os potes de vidro em cima deste pano e cubra com água limpa;
·        Coloque a panela no fogo e deixe ferver por 10 minutos;
·        Desligue a panela e retire os potes com uma pinça culinária deixando-os secar de boca para baixo sobre um papel toalha;
·        O mesmo procedimento deve ser feito com as tampas de metal dos potes, mas deixe-as ferver por 5 minutos.

O produto final chama mais atenção quando está envolto em uma boa embalagem, nunca se esqueça de utilizar produtos de qualidade e frescos. A maioria dos clientes compra com os olhos e com o olfato, por isso há a necessidade de se produzir produtos de qualidade.




Compotas que enchem os olhos de desejo


Aproveitando as frutas da época, aqui vão algumas receitas de como fazer compotas de figo, mamão verde, manga e laranja. As receitas são fáceis e muito saborosas.

Figo:



Ingredientes:

·        1/2 kg de figo verde próprio para compota
·        01 xícara (chá) de açúcar
·        1/4 de xícara (chá) de água
·        03 fatias de limão sem casca

Preparo:

Lave bem os figos em água corrente e reserve. Em uma panela, misture o açúcar com a água e leve ao fogo baixo. Ferva por 5 minutos. Acrescente os figos inteiros e as rodelas de limão.

Cozinhe por aproximadamente 20 minutos ou até que os figos fiquem transparentes. Deixe esfriar e conserve os figos em vidros fechados na geladeira.

As compotas podem ser congeladas por até 6 meses. Na hora de utilizá-la, descongele-a na geladeira.

Mamão:


Ingredientes:

·        01 quilo de mamão verde
·        01 colher (café) de bicarbonato de sódio
·        10 ml de corante verde líquido
·        01 e ½ kg de açúcar
·        02 xícaras de (chá) de água

Preparo:

Descasque o mamão, corte ao meio e retire as sementes. Coloque  metade do mamão numa tábua e corte em fatias compridas bem finas.

Leve uma panela com água para ferver e acrescente o bicarbonato. Coloque as tiras de mamão e deixe cozinhar por apenas 1 minuto. Escorra o mamão e despreze a água.

Numa outra panela coloque 02 xícaras de água e o açúcar, e deixe em fogo alto por 3 minutos. Coloque as tiras na calda e acrescente o corante. Deixe cozinhar por mais 1 minuto e desligue o fogo.

Espere a calda esfriar e coloque em vidros de conserva. Deixe as compotas descansarem por 12 horas ou até que as tiras fiquem verdes. Se preferir enrole as fitas de mamão, coloque nos potes de vidro e cubra com a calda.

Manga:



Ingredientes:

·        02 mangas maduras e firmes
·        02 pedaços de canela em pau
·        01 copo americano de açúcar

Preparo:

Descasque as mangas e corte em fatias longas. Aproveite o máximo que puder da manga retirando toda a polpa até o caroço.

Coloque as fatias no fundo da panela e por cima coloque a canela em pau e o açúcar. Tampe e leve ao fogo baixo. Quando começar a ouvir o chiado da panela, conte 03 minutos e apague o fogo. Deixe a panela fechada por 12 horas.

Coloque em vidros e tampe. Conservar em temperatura ambiente.


Laranja:




Ingredientes:

·        50g de laranjas
·        1,5kg de açúcar
·        1,5 litros de água
·        Sumo de meio limão

Preparo:

Lave bem as laranjas e corte-as em meias luas finas, eliminando os caroços. Coloque as laranjas cortadas dentro de uma panela grande e acrescente a água. Deixe a macerar durante 8 horas.

Ao fim desse tempo leve a panela ao fogo brando e deixe ferver até que as cascas de laranja estejam quase moles.

Junte o açúcar e o sumo de limão e mexa bem. Deixe ferver por mais 1 hora ou até a compota ganhar consistência.

Guarde ainda quente em frascos previamente esterilizados e fechados. Vire os vidros de cabeça para baixo por cerca de 30 minutos, a fim de ganharem vácuo natural.