Transformando carros antigos em mobília


A quantidade de carros abandonados nas ruas das grandes cidades é enorme, e por que não aproveitá-los e transformá-los em mobília? Essa é uma das muitas propostas para limpar as ruas e dar uma nova utilidade aos veículos que não estão mais em uso.


Estofados, latarias, faróis, pneus, carrocerias podem ser reutilizadas e transformadas em mobílias decorativas de casas, escritórios ou comércio tudo vai da criatividade de cada um, além de ser um diferencial de mercado em tempos de crise.








Presentes criativos para o Dia dos Pais


O Dia dos Pais está chegando e você já comprou o presente? Não? Aqui vão algumas dicas de presentes criativos e diferente, porque ser pai não é só ganhar meias e cuecas.


Mochila com placa solar ideal para aqueles pais que trabalham com informática e precisam carregar o tablet ou celular.



Os pais que curtem uma boa pegada sustentável vão adorar este relógio de madeira.


Que tal um tênis biodegradável? Ele possui sementes de árvores no forro do calçado, a proposta é para quando o tênis for descartado ele pode ser plantado na terra e gerará novas árvores a partir das sementes no interior do acessório.

Agora se a grana estiver muito curta, o melhor mesmo é dar um abraço e o um beijo, que não custa nada, mas significa muito!

Doce de feijão japonês




Ingredientes:

·        1/2 kg de feijão azuki
·        600g de açúcar
·        1 pitada de sal
·        água

Preparo:

Escolha e lave o azuki, deixando-o de molho por 3 horas. Em seguida faça duas fervuras, por 5 minutos, trocando a água entre as fervuras, e então cozinhe em panela de pressão por 15 minutos.

Bata o azuki cozido no liquidificador, com água o suficiente. Passe a massa obtida por uma peneira fina e, em seguida, esprema-a bem com um pano para retirar todo o líquido.

Rende 1 kg de massa.

Coloque 1/3 da massa básica em uma panela, misture o açúcar, leve ao fogo e deixe cozinhar bem.

Quando começar a borbulhar, coloque o restante da massa, aos poucos, misturando sempre para não queimar, cozinhe até soltar e aparecer o fundo da panela.

Transfira a massa para um prato e deixe-a esfriar para utilizá-la, enrolando-a no tamanho que desejar para usar como recheio.



Feijão nosso de cada dia


Brasileiro adora feijão, o que não pode faltar no dia-a-dia, porém com a alta do feijão e o dinheiro curto no bolso do povo este ingrediente tão importante praticamente sumiu do prato.

O Brasil é o maior produtor mundial de feijão com produção anual de 3,5 milhões de toneladas, e um produto típico da culinária brasileira. 

O feijão é um dos alimentos mais antigos do mundo, há séculos passados era cultivado na Grécia e no Egito, sendo o nome comum para uma grande variedade de sementes de plantas da família das fabaceae, rico em proteínas, ferro, cálcio, vitaminas do complexo B, carboidratos e fibras.

Há 14 tipos diferentes desta leguminosa, a saber:

Feijão Carioca



Feijão Fradinho


Feijão Preto


Feijão Branco

Feijão Bolinha



Feijão Azuki


Feijão Jalo



Feijão Jalo Roxo



Feijão Rajado



Feijão Moyashi


Feijão Rosinha


Feijão Verde



Feijão Roxinho


Feijão Vermelho